Campanha de 2021

ícone_campanha.png

COMUNICAÇÃO SUPLEMENTAR E ALTERNATIVA NO HOSPITAL

A CSA e os cuidados paliativos

Mês de Conscientização da
Comunicação Suplementar e Alternativa

A CSA na família do João

Vamos conversar sobre Linguagem e
Comunicação Suplementar e Alternativa?

Comunicação Alternativa no SUS:
Comunicação é um direito de todos

244457054_119881643760714_1610119322161475244_n.jpg

A deficiência visual cortical é uma lesão nas vias e/ou centros de processamento visual e está associada a características únicas que afetam a habilidade de entender o que se vê. Atualmente, a DVC é considerada a causa mais frequente de deficiência visual nos países desenvolvidos e o diagnóstico tem sido feito por três fatores: o diagnóstico das lesões oculares nem sempre explicam a dificuldade visual; podem estar associados a quadros neurológicos e apresentam características únicas que devem ser avaliadas individualmente para indicar os melhores recursos de habilitação ou reabilitação.
 

A CSA é uma área de prática e pesquisa, clínica e educacional para crianças e adultos, que envolve um conjunto de ferramentas e estratégias utilizadas para resolver desafios cotidianos de comunicação de pessoas que apresentam algum tipo de comprometimento da linguagem oral, na produção de sentidos e na interação.
As ferramentas da CSA incluem material específico, entre eles, conjuntos de sinais gráficos desenvolvidos especificamente para a comunicação alternativa, agrupados em categorias sintáticas e semânticas, além da utilização de fotos, palavra escrita e alfabeto.
Os símbolos gráficos podem ser organizados a partir de recursos de baixa tecnologia como uma simples folha de papel, até alta tecnologia como computadores e tablets,que através de ações e estratégias clínicas, terapêuticas e pedagógicas na elaboração e acesso aos símbolos se transformam em comunicação.
O princípio da CSA é conceber que a comunicação possa ser realizada de outras formas além da fala, como um olhar compartilhado, expressões faciais, gestos, toque, escrita, apontar de símbolos, imagens ou equipamentos com voz sintetizada, que permitam a interação.

O fonoaudiólogo é o profissional que coordena as ações da Comunicação Suplementar e Alternativa no que diz respeito aos aspectos da Linguagem e da comunicação nos diferentes ambientes. A parceria do fonoaudiólogo com a equipe escolar e o professor é fundamental para se garantir o correto suporte aos alunos com necessidades complexas de comunicação na escola.

183593397_279921190468639_3997063327983694732_n.jpg
182226563_460456135036702_6707991643604885793_n.jpg

Preparamos um material abordando ainda mais esse assunto, além de trazer outras perguntas e respostas frequentes sobre Comunicação Suplementar e Alternativa para professores. Conheça no link que está em nossa bio.
E fique atento às ações do Comitê de Comunicação Suplementar e Alternativa, do Departamento de Linguagem com o Departamento de Fonoaudiologia Educacional! Estamos trabalhando em novos conteúdos e muitas novidades.
#PraCegoVer: arte quadrada com bordas e fundo preto. No canto esquerdo, início da imagem, lê-se as palavras "Linguagem e Fonoaudiologia Educacional" em um degradê de roxo e laranja. Ao centro está a foto de uma mulher e uma criança. A primeira representa uma fonoaudióloga, é branca, tem os cabelos lisos e soltos, veste uma blusa preta e usa brincos grandes. Está sorrindo. Já a segunda representa uma paciente, é negra, tem os cabelos escuros e presos, usa uma blusa rosa e segura uma folha em fichário com diversas figuras. Abaixo, lê-se "Você sabe como funciona a parceria do fonoaudiólogo com o professor na comunicação alternativa?" no mesmo degradê de laranja e roxo. Por fim, em branco, lê-se "Arraste para o lado e venha conferir".