ícone_comitê.png

Comitê

Comitê de Comunicação Suplementar e Alternativa (CSA) do Departamento de Linguagem da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa)

No final da década de 1990, a área da CSA foi sendo introduzida em diferentes Congressos Científicos em nosso país. Profissionais e pesquisadores apresentavam suas experiências práticas e de pesquisas. Aos poucos, um grupo de profissionais se organizou, unidos pela meta principal de garantir o direito à comunicação para todas as pessoas!

Durante os Congressos Brasileiros de Fonoaudiologia foi possível perceber o aumento das apresentações de trabalhos científicos e/ou de relatos de experiências, assim como, a ampliação de mesas, palestras e minicursos que tratavam do tema CSA, principalmente nos primeiros anos da década de 2000.

No ano de 2004, o Brasil foi sede, - pela primeira vez fora do eixo Estados Unidos - Europa, da Conferência Internacional de Comunicação Suplementar e Alternativa (evento bianual da International Society for Augmentative and Alternative Communication - ISAAC), realizada no Hotel Pirâmide, em Natal, Rio Grande do Norte. A realização desta conferência possibilitou o encontro entre diferentes profissionais que já atuavam na área ou que estavam iniciando sua trajetória com a CSA. Houve uma ampla discussão entre os profissionais e, então, no ano de 2005, foi organizado o I Congresso Brasileiro de Comunicação Alternativa, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro - RJ). Durante este Congresso foi fundada a ISAAC-Brasil.

No dia 05 de outubro de 2006, durante o XIV Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia, um grupo de profissionais e pesquisadores solicitou, na primeira reunião do Departamento de Linguagem da SBFa, a criação do Comitê de CSA, conforme consta da ata desta reunião. A solicitação foi colocada em pauta e votada em outra reunião realizada no mesmo evento, no dia 06 de outubro de 2006, como registrado em ata. Na mesma reunião foram indicadas as fonoaudiólogas Débora Deliberato e Maria de Jesus Gonçalves para assumirem a primeira gestão, uma vez que já havia ocorrido o período de eleições dos comitês. 

No dia 09 de outubro, ainda durante este Congresso, um grupo de fonoaudiólogos se reuniu e fez o primeiro rascunho das metas do recém-criado Comitê de CSA. Estavam presentes as fonoaudiólogas: Cátia C. F. Walter, Débora Deliberato, Maria de Jesus Gonçalves e Dionísia Ap. Cusin Lamônica. Durante esta reunião ficou estabelecido o envio de um comunicado aos fonoaudiólogos reconhecidamente atuantes em CSA, a respeito da criação do Comitê de CSA.

No dia 10 de outubro este comunicado foi enviado aos profissionais da área que estavam preocupados com a ampliação de ações em prol da Comunicação Suplementar e Alternativa, como pode ser revisto nos arquivos do Comitê.

A partir de 2006, as coordenações passaram a ser eleitas, seguindo as regras da SBFa, para gerenciar as atividades do Comitê, junto ao Departamento de Linguagem.

Coordenações do Comitê de CSA do Departamento de Linguagem da SBFa

 

  • Final de 2006 – 2007: Débora Deliberato e Maria de Jesus Gonçalves

  • Gestão 2008 - 2009: Débora Deliberato e Maria de Jesus Gonçalves

  • Gestão: 2010 – 2011: Sandra Pires e Felipe Venâncio

  • Gestão 2012 - 2013: Cátia C. F. Walter e Carla Menezes

  • Gestão 2014 – 2016: Cátia C. F. Walter e Debora Deliberato

  • Gestão 2017 - 2019: Grace C. Ferreira-Donati e Luciana Wolff

  • Gestão 2020 - 2022: Débora Deliberato e Grace C. Ferreira-Donati

 

EQUIPES DE TRABALHO

Eq. família.png
Eq. fonoaudiólogo.png
Eq. clínica.png
Eq. instrumentos de avaliação.png
Eq. SUS.png
Eq. professores.png
Eq. Dev. Visual.png
Eq. Parceiros.png
Eq. sistemas.png
Eq. hospital e cuidados paliativos.png